Hospital Reynaldo dos Santos - 17 Abril 2010

Chegámos no sábado a meio da tarde, carregados de caixas e de vontade de começar a distribuir sorrisos. Ao contrário do que esperava, as enfermarias estavam cheias de crianças.
Começámos por visitar as salas e as crianças, uma a uma, para entregar brinquedos e receber sorrisos. Este foi um dos momentos mais compensadores e marcantes da nossa visita ao Hospital Reynaldo dos Santos. Fizemos sorrir tantos meninos, mas marcaram-nos especialmente dois: uma menina que chorava à nossa entrada porque a irmã tinha acabado de sair e ela ficara internada, e um bebé de três meses e meio, cujo pai se mostrou aliviado ao vê-lo finalmente sorrir para nós. Na generalidade vimos pais aliviados por trazermos às crianças um momento de brincadeira e alegria, e crianças divertidas a explorar os seus brinquedos novos, apesar da doença.
Seguiu-se um visita à sala das brincadeiras, onde arrumamos os brinquedos que ficariam no hospital, à disposição de todas as crianças, e uma conversa com a Enfermeira Chefe da Pediatria Maria de Jesus Lino.
Nesta conversa, a Enfermeira Jesus transmitiu-nos mais uma vez o enorme desejo de renovarem a sala onde as crianças brincam e nós prometemos arregaçar as mangas para concretizar este desejo.
Não menos importante, os pensos coloridos arrancaram sorrisos aos enfermeiros e isso foi-nos transmitido num agradecimento sentido por parte de Enfermeira Jesus. Percebemos a importância destes pensos para as crianças e para o seu trabalho e vamos continuar com campanhas para angariar " toneladas " deles.
O essencial é que percebemos que a importância deste nosso " trabalho " é ainda maior do que imaginávamos e regressámos com uma vontade acrescida de lutar e ver mais sorrisos.

Bem - Haja a todos vocês! Esta iniciativa é de todos nós!
Lara e Sónia


video